Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2010

               

 

    Consideram-te importante, alguns até te consideram um Ídolo, um exemplo a seguir! Se te deram esse papel, é porque é mesmo importante e fascinante, ou achava eu, antes de falhares nesse mesmo papel.

  É tua função teres estado presente em TODOS os momentos,até hoje! Mas não estavas,e não estás.

  Não estiveste lá quando me tornei menina-mulher, não estiveste lá quando entrei para o secundário, não estiveste lá quando fiz os 18 anos, e jamais estarás lá para me veres,com orgulho,a entrar para a universidade, e mais tarde,a arranjar o primeiro emprego.

   Há anos que espero que um dia apareças e me digas que tens orgulho em mim, que me amas, mas continuas perdido por aí,silencioso e despreocupado, e eu de ti nada sei..

  O tempo passa e o que me lembro de ti torna-se um nevoeiro nas minhas recordações, o silêncio é cada vez maior e a tristeza e desilusão, aumentam....Se te vir na rua nem sei se te reconheço, nem sei se me reconheces..Não me consigo lembrar das tuas gargalhadas,e tão pouco me lembro dos teus traços e passos.

  Para ti,sou apenas passado!Não faço parte do teu presente,e tão pouco farei parte do teu Futuro.

  Então diz-me, de que serve seres pai, senão estás aqui? De que me serve considerar-te tal se cresço sem uma palavra tua,um sorriso teu?


Feelings: Apenas triste
Song: Rui Veloso- Pequena Dor

publicado por merosrabiscos às 14:29
Segunda-feira, 25 de Janeiro de 2010

  

 

 

 

   Hoje, abri a minha mente, e permiti-me recordar aqueles momentos guardados no mais precioso pensamento, aqueles que te envolvem, que me envolvem e que envolvem o mundo à nossa volta.

   Lembro-me tão bem do dia, o tempo que estava, o que tu tinhas vestido..lembro-me de cada cheiro, cada sensação, cada palavra e olhar..

   Lembro-me de passearmos na rua, sempre a brincar e a implicar um com o outro, lembro-me de não ir lanchar com a minha amiga só para poder estar mais tempo contigo. Sabia que seria naquele dia que não resistiria mais aos impulsos do coração, ao desejo de percorrer os teus lábios,de observar e decorar cada traço do teu rosto, de mexer nos teus caracóis negros que tanto adoro,de te ter para mim.

   Fomos para o nosso sitio habitual, longe dos olhares curiosos e da confusão, onde apenas se ouvia o recolher dos pássaros, e as nossas vozes.

   Cada palavra que dizias, era um pretexto para te aproximares do meu rosto e eu ia sorrindo..Até que tocaste o meu rosto com uma mão, enquanto a outra deslizava até à minha cintura com o intuito de me aproximares de ti.. E eu ia resistindo, não só por medo mas também para te provocar...

    Foi então que encostaste os lábios ao meu ouvido e disseste que se pudesses fazer com que aquele momento perfeito perdurasse, que o fazias...E sem mais nada que me prendesse, apossei-me dos teus lábios e beijei-te...Beijámo-nos como se o amanhã não existisse, a paixão explodindo em cada poro do nosso corpo...

  E após tal maravilha, permitiste que eu me sentasse ao teu colo, me enroscasse no teu peito, e admirasse o nascer da noite junto a ti... Foi nesse dia que olhei para o céu e agradeci o facto de existires, e de estares ali a minha frente, correspondendo de igual modo aos meus sentimentos..

 

 

 

   Não estamos a atravessar uma fase boa, e em parte a culpa é minha, por ter medo de te perder, mas sei que melhores dias virão, e mais recordações como esta encherão o meu coração de amor e a minha mente de felicidade.

 

  AMO-TE D.


Feelings: não sei
Song: I See You- Leona Lewis

publicado por merosrabiscos às 17:59
Quarta-feira, 06 de Janeiro de 2010

 

 

                                     

 

 

 Quebraste esse gelo, desfizeste-te desse papel de forte e procuraste-me com o olhar!

  Não consegui resistir,a saudade é tanta...procurei-te também com o olhar e quando o encontrei, faíscámos, uma imensa energia girou em torno do meu corpo. Os teus braços voltaram para mim e segredaste-me:"sinto a tua falta".Perdi a força nas pernas, perdi o controlo do bater do meu coração e da minha respiração,tremia por todos os lados,como se fosse a primeira vez que me sentia assim.

  Caminhámos,lado a lado,bem-dispostos, e no entanto, tímidos. E foi então que...abraçaste-me e não foi preciso dizer nada, não aguentei e um sorriso desenhou-se no meu rosto,ao mesmo tempo que uma lágrima fugia de mim e molhava o teu quente casaco..E no momento em que nos olhámos e o teu cheiro invadiu-me, perdi-me e entreguei-me aos teus braços, aos teus lábios, mesmo sabendo que seria apenas hoje, mesmo sabendo que amanhã passarás por mim e não teremos uma conversa,só a troca de olhares.

  Entreguei-me a ti, mesmo sabendo que apesar de sentires o mesmo que eu, que só virás quando tiveres a certeza de que é isto que queres...E mesmo sabendo que até o fazeres,ainda vamos ter encontros e desencontros como estes e que me vai doer não te ter por perto, eu espero e continuo a amar-te, tanto ou mais do que antes....

 

 

 


Feelings: próxima de tudo,longe de nada
Song: Love Actually Soundtrack-Glasgow Love Theme

publicado por merosrabiscos às 23:45
"A escrita é a pintura da voz." (Voltaire)
mais sobre mim
Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO