Sábado, 23 de Janeiro de 2010

 

 

 

  Ele não a respeita, embora ela tenha pensado o contrário.Achava que era desta que o destino a juntava de vez,e para sempre, ao anjo guardião que evocara nas noites em que a Lua a acompanhava, e as estrelas a guiavam e a desviavam da infelicidade.

  Porém, sonhou tão alto que quando os seus pés tocaram o solo terrestre, percebeu que afinal, o anjo não estava nem nunca estaria junto dela,para sempre. O anjo com quem ela tanto sonhou afinal não passava de um rapaz que já não conhecia: o calor no olhar, a sinceridade no sorriso, o amor nos seus gestos e palavras,tinham desaparecido, dando lugar à tristeza, ao desprezo e ao desconhecido. A realidade separara-os, pondo-os em caminhos diferentes.

  Por mais que ela o tentasse alcançar, não conseguia, pois os caminhos eram diferentes e não coincidiam. Ele pertence à beleza fria do Norte, e ela, à leveza do Litoral e ao calor do Sul.Pólos que achava possível juntarem-se e tornarem-se um só...

   A leveza e o calor dos seus mundos juntam-se nas lágrimas que abandonam o seus olhos e escorrem pela sua face, regando o solo do caminho que ela percorre contrariada.

 

 

( Amo-te, mas isso já sabes, quero-te e no entanto, não me deixas ter-te)


tags: ,
Feelings: Não há palavras
Song: Let My Love Open The Door- Sondre Lerche

publicado por merosrabiscos às 00:22
Quinta-feira, 21 de Janeiro de 2010

  

 

 

Sinto-me a sufocar por dentro! Na minha cabeça formam-se lágrimas e gritos, que eu não consigo deitar cá para fora.

   Sempre aprendi com os erros do coração que não devo devotar a confiança a alguém só porque me disse que nutre sentimentos por mim. Nem sempre tais sentimentos são fiéis e verdadeiros, apenas uma mera ilusão, uma mentira.

   Já sofri tanto que agora tenho medo de encontrar alguém, sincero e verdadeiro.

  Mudei de opinião quando me apercebi de que estou apaixonada por ti...mostraste tanta amizade e compreensão, devolveste-me tantos sorrisos e deste-me a tua energia, que de alguma maneira, a assimilei como curativa: sarou-me o espirito, serenou-me o coração.

   Nunca saíste do meu lado, até ao dia em que me rendi, e te entreguei o meu coração.

   Começaste a afastar-te e a tratares-me como querias, e só vinhas ao meu encontro para um leve beijo,ou um simples abraço. Sabia que não estavas bem, e tentei que desabafasses comigo (tu sabias que podias confiar em mim), mas não quiseste falar e eu respeitei o teu silêncio dando-te todo o apoio e carinho de que necessitavas.

    Porém, pediste-me tempo,e eu dei, e esperei. Esperei por ti segundos,minutos,horas,dias e noites. Voltaste após as longas férias que nos separaram com um novo tu, e abrigaste-me no calor dos teus braços, segredando de maneira a que só o meu coração ouvisse: querias ficar comigo, sem nenhuma barreira entre nós.

    Agora, colocas várias barreiras entre nós, principalmente entre a nossa amizade. Sinto que não confias em mim o suficiente para desabafares quando vejo um brilho diferente nos teus olhos: tormento, tristeza, preocupação.

   Afastas-me , mesmo sem quereres,e eu vejo-te a ir, sem mais forças para te seguir, sem mais forças para te alcançar, pois ainda não restabeleci do tempo em que estiveste longe, tão longe de mim...ainda não me restabeleci do tempo em que todos os dias chorei por ti, com o espírito inquieto por não saber como estavas, preocupada, magoada,saudosa..

   Estou esgotada, de corpo e alma. Esgotada de percorrer um caminho sem direcções, esgotada de não saber quando acaba esse caminho e como acaba, esgotada de não saber  nada de nada para ser feliz.


tags: ,
Feelings: Esgotada
Song: The Fray- Look After You

publicado por merosrabiscos às 15:53
Terça-feira, 19 de Janeiro de 2010

 

 

 

 

  Já não aguento tantas questões na minha cabeça, tantos enigmas no meu pensamento,tantas inseguranças no meu coração..

   Vens com vontade de ficar,ou julgava eu,até me começar a aperceber que ligas mais a quem te mensageia do que a mim,e sabes, isso magoa!

   E o pior de tudo, é eu não saber o que fazer..sei que ela é tua amiga,mas fogo, há limites.

   E estranhas a minha arrogância e mau-feitio? Esperas o quê? Que depois do que fizeste eu te acolha nos meus braços e tudo volte ao que era?

   Não volta, nem voltará se tu não lutares por isso...Uma relação funciona quando duas pessoas AMAM, quando duas pessoas LUTAM, quando duas pessoas CONFIAM.

    E sabes o que me magoa mais? São as tuas mudanças de atitude, porque de falta de mimos não me posso queixar, dás-mos sempre, só que não os sinto acompanhados daquela ternura,carinho e amor que eu queria, e precisava.

   Escreveste uma vez: "mudas como o ambiente quente que se esfria." No entanto, és tu que mudas..

   Quanto mais te tento perceber, mais confusa fico, e o que me dói mais é não conseguir partilhar isto contigo,nem como amiga,porque a amizade pura e sincera que eu achava que jamais se quebraria,acabou por desaparecer,dando espaço ao tempo sem palavras,às horas sem discurso.E no fundo tenho esperança que te apercebas que assim, afastas-me.

 

 

Odeio-te por não te conseguir deixar!

  


tags: ,
Feelings: com a cabeça em lágrimas
Song: Little Wonders- Rob Thomas

publicado por merosrabiscos às 22:59
"A escrita é a pintura da voz." (Voltaire)
mais sobre mim
Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
14
15
16

18
20
22

26
27
28
29
30



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO