Segunda-feira, 26 de Outubro de 2009

  São páginas vazias, prontas a escrever! São linhas à espera das doce palavras desenhadas.

  São parágrafos que anseiam pela descrição das coisas, coisas essas que apenas uma caneta contará! Em cada traço que forma a letra,e a letra, a palavra, é guardado um sentimento, tão puro como a água pura das nascentes, e tão valioso como as pedras precisosas, que apenas os verdadeiros amantes da escrita o podem desvendar.

   E que sentimento é esse? Pode ser qualquer um, desde o mais simples e sincero, até ao mais complexo, poderoso e cruel, triste ou feliz. Estas páginas aguardam risos e cumplicidade, lágrimas e solidão, aguardam a descrição do tempo numa maneira amada, ou o relato do dia numa maneira mais humilde, mas todas as as letras desenhadas guardam o seu segredo, como quem guarda uma alma, um coração..

  Cuidar destas páginas, ainda por estrear, não é apenas um favor,é uma missão! Escrever nestas páginas, ainda por estrear, não é um capricho, é uma honra...


tags:
Song: Stalemate- Ben's Brother Ft. Joss Stone

publicado por merosrabiscos às 19:26

 Os dias passam,e nada muda! Ela percorre os campos que envolvem a sua casa, tentando encontrar a paz que procura.

 Inala os diferentes aromas que a rodeiam e enquanto vê a beleza que o passar do dia proporciona nos campos, ora verdes, ora amarelados, ouve o canto dos melros, dos pardais, das rolas, e até  o bater do pica-pau sobre a madeira.

 Decide caminhar, para lá dos muros, primeiro devagar, depois, cada vez mais depressa, até se mentalizar que está a correr. O cabelo esvoaça, o vento açoita-lhe o rosto, as lágrimas por cair distorcem a sua visão, mas a sensação de liberdade ainda não é sentida.

 Os campos a seu lado passam demasiado depressa, como meras imagens na sua cabeça, a respiração é cada vez mais irregular devido ao esforço de ser mais veloz  que o vento. De repente, pára e cai! Pára, pois não aguenta mais, cai pois já não tem força para se manter em pé.

  Ela deita-se junto das flores, e a sua dor mostra-se em mil lágrimas, imparáveis, que se juntam à terra que ela pisa.

  Não há nenhum campo, mar ou paisagem que a livrem desta dor...   


tags:
Song: The Meadow- Alexandre Desplast
Feelings: Incompleta

publicado por merosrabiscos às 19:13
"A escrita é a pintura da voz." (Voltaire)
mais sobre mim
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
16

18
19
21
24

25
28
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO